6 Mitos do Controle de Pragas Expostos

Uncategorized
December 3, 2019

Se você estiver na Internet procurando por dicas e técnicas de controle de pragas, é sábio primeiro se familiarizar com alguns dos principais mitos da indústria.

Esses mitos podem causar muitos prejuízos fazendo você pensar que na verdade você não tem um problema, quando você tem, ou que você pode cuidar dele por conta própria, quando você (às vezes) não pode.

Graças à Internet e às redes sociais, existem ainda mais conselhos prejudiciais sobre o controle de pragas do que jamais antes. Para ajudar a colocar essas concepções erradas para descansar, aqui vão os 6 mitos mais comuns sobre o controle de pragas.

Mito #1 – Você veria as pragas se você tivesse um problema de pragas

Este é um mito bastante nefário e saber que é um mito provavelmente assusta a maioria das pessoas lendo isto, já que elas certamente não veem muitas pragas correndo por suas casas.

Se elas estão lá, onde elas estão?

Bem, as pragas são ótimas em se esconder, o que é parte da razão pela qual elas normalmente passam completamente despercebidas. A pior parte é que as pragas que são difíceis de enxergar e localizar tendem a ser as mais difíceis de eliminar. Leia mais sobre como identificar os sinais das pragas. Quando você vir os sinais, é hora de agir imediatamente.

Mito #2 – Percevejos de cama só vivem em casas sujas

Quando a maioria de nós visualizamos percevejos de cama, nós os imaginamos rastejando por uma casa sem higiene, dia e noite. Isso, na verdade, não é sempre o caso, já que as pragas podem e vão habitar qualquer espaço, contanto que elas possam encontrar calor e uma fonte disponível de comida.

Seja um hotel cinco estrelas brilhando de limpeza ou um prédio de apartamentos imundo, os percevejos não são seletivos com relação às suas habitações.

Mito #3 – Gatos de estimação são eficazes no controle de pragas roedoras

Isso não se sustenta como verdade para gatos bem alimentados. Com acesso suficiente a boa comida, os gatos frequentemente perdem sua motivação para caçar. Gatos que são bem cuidados tendem a só ficar brincando com o camundongo se os pegarem – se eles os pegarem.

Mito #4 – Repelentes ultrassônicos são eficazes

Dispositivos ultrassônicos são projetados para usar ondas sonoras de alta frequência para espantar as pragas. Parece ser uma ótima ideia, mas o problema é que os fabricantes desses produtos ainda precisam sustentar suas alegações com evidências científicas.

Mito #5 – Casas limpas não têm pragas.

É mais fácil de entender com percevejos de cama. Como eles são bem pequenos e sua fonte de alimento é o sangue, uma casa atulhada e suja não é relevante.

Com o tema da “fonte de alimento disponível”, nós também podemos estender isso a outras pragas, como baratas, formigas e ratos. O X da questão é: elas podem sobreviver em casas impecavelmente limpas, contato que elas tenham qualquer tipo de fonte de alimento!

A única razão para que uma casa suja seja mais suscetível à infestação de pragas seria devido à bagunça escondendo os primeiros sinais de um problema de controle de pragas. Portanto, no debate do sujo versus o limpo, o ponto mais importante é eliminar todas as fontes de alimento possíveis.

Mito #6 – Você normalmente pode se livrar de pragas por conta própria.

Saber quando chamar um profissional é essencial. Lojas de ferragens podem ser um bom lugar para começar em questões de controle de pragas, mas em muitos casos, esses remédios de varejo não funcionam e podem até piorar o problema.

Se você notar que o seu problema de pragas está piorando, é hora de chamar uma companhia de controle de pragas.

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply